Câmbio e Embreagem

Verifique o nível de óleo do câmbio aos 25.000 km. Complete se estiver abaixo do nível. Faça a troca do óleo entre 50.000 e 100.000 km ou segundo a indicação do fabricante no manual. 
 
Notando qualquer coisa diferente, como por exemplo no rendimento principalmente em ladeiras, leve o automóvel à oficina e peça um check-up do sistema de transmissão – embreagem, junta deslizante, eixo, conexões e guarda-pós (são as borrachas que conservam a graxa que lubrifica e impede a entrada de sujeira no sistema). 
 
Evite trancos nas trocas de marchas (a não ser que você queira perder dinheiro tendo de trocar os anéis sincronizadores do câmbio e até algumas engrenagens). 
 
Não apóie ou descanse o pé no pedal da embreagem com o carro parado, muito menos em movimento. O peso pressiona o sistema, causando desgaste em peças como rolamentos e discos de embreagem. 
 
Não dirija com a mão apoiada sobre a alavanca do câmbio. Além de perigoso isso contribui para o desgaste de peças como o garfo, por exemplo. 
 
Nunca “segure” o carro nas ladeiras usando os pedais da embreagem e do acelerador. Além de aumentarem o consumo de combustível, o hábito gasta o disco e o platô. 
 
Ao estacionar em ladeiras, engate a primeira marcha e puxe o freio de mão, isso não prejudica em nada o câmbio. Importante é manter a segurança, pois só freio de mão infelizmente, não segura o carro em algumas ladeiras

Compartilhe